COMO SE ORIENTAR QUANDO OS DESAFIOS DA VIDA CAUSAM DESEQUILÍBRIO

Desafios da vida sempre aparecem e trazem surpresas ora agradáveis, ora não.

Disso todo mundo sabe.

O que nem todo mundo já “sentiu na pele” é a dificuldade de ter que lidar com problemas e desafios quando as coisas não vão bem, quando as condições não são nada favoráveis.

É muito fácil tomar decisões e agir quando a vida está equilibrada, com todos os recursos em mãos.

Mas quando a gente percebe que perdeu o controle é hora de se orientar (e se for preciso buscar orientação).

Esse artigo é sobre como pensar e como agir diante de situações difíceis da vida, usando uma das melhores ferramentas que todos conhecemos; nossa própria mente.

Vou apresentar uma forma de organizar os pensamentos e “colocar a cabeça no lugar”, para você ter mais sabedoria naquelas horas em que o caos anula a sensação de ordem.

Não me entenda mal: não se trata de um milagre ou fórmula mágica para desaparecer com seus problemas e desafios.

O que vou lhe mostrar é como o “toque” de um amigo, que está vendo sua situação com um ponto de vista isento das emoções, e por isso pode pensar na hora que ninguém pensa.

Se isso faz sentido para você continue lendo para ver:

QUANDO OS DESAFIOS DA VIDA SÃO COMPLEXOS DEMAIS

Nos dias atuais, em que as pessoas têm cada vez mais atividades e menos tempo, a vida pode se tornar dura demais sem que a gente perceba, especialmente em condições adversas.

Quando os desafios geram desequilíbrio, a tendência é que as emoções tomem conta e a razão “vá para o brejo”.

O pensamento fica desorganizado e confuso.

Assim, é preciso ordenar as ideias e agir de forma inteligente, gastando o mínimo de recursos, especialmente se as finanças pessoais também estiverem em desordem.

Independentemente de estatísticas e números, provavelmente você conhece alguém que está nessa situação e por incrível que pareça, há pessoas com boa condição financeira sofrendo com isso também.

SITUAÇÕES E DESAFIOS COMUNS QUE “TIRAM O CHÃO” DAS PESSOAS

Pessoas e suas situações de vida são diversas e é claro que cada caso é um caso.

Os exemplos que vou apresentar abaixo são de pessoas que estão na luta pela sobrevivência e “correndo atrás” da realização de seus projetos e sonhos.

Talvez você se identifique com algum destes fatos ou conheça quem está passando ou já passou por uma situação assim:

♠ Você achava seu trabalho legal, mas ultimamente percebe que de certa forma mentiu para si mesmo (a). Se pudesse voltar atrás teria escolhido uma outra profissão muito mais parecida com quem você realmente é

♠ Você descobriu que pessoas extremamente confiáveis não são exatamente quem você imaginava

♠ Talvez você esteja à procura de um trabalho há anos e não consegue oportunidade, mesmo já tendo visitado dezenas de agências de emprego

♠ Pequenas dívidas inocentes, de repente se multiplicaram e se tornaram uma “bola de neve”

♠ A empresa sólida da qual você era funcionário e defendia “com unhas e dentes”, lhe traz a notícia fatal; “não te queremos mais”

♠ Você percebe que é tão vulnerável quanto uma formiga dentro da pia

♠ O corpo responde às tensões da vida e começa a dar sinais de cansaço, estresse ou doença

Em alguns casos, a combinação de todos os exemplos acima acontece ao mesmo tempo, deixando o indivíduo completamente desorientado.

Se você ou alguém que você conhece se identifica com os exemplos acima, continue lendo atentamente.

A PRIMEIRA COISA A FAZER DIANTE DOS DESAFIOS DA VIDA

Vivendo alguma das situações descritas acima, desesperar costuma ser uma reação comum.

Mas é a que menos ajuda.

Aqui está o que você realmente precisa para dar a volta por cima, quando os desafios da vida surpreendem negativamente:

NA PRÁTICA
Um planejamento realista de como agir na prática, gastando o mínimo de recursos; e em seguida executá-lo (a parte em que a maioria falha).

Para encarar os desafios da vida com dignidade e sabedoria, a combinação de estratégia + ação ainda é o que dá mais resultado.

UMA FORMA ORGANIZADA DE PENSAR E AGIR DIANTE DOS DESAFIOS DA VIDA

A sequência a seguir é um esquema de fácil compreensão, adaptável aos diversos contextos pessoais.

Uma forma de pensar e agir eficiente a partir do momento em que é realmente executada.

Já alerto para você se manter calmo (a), lembrando que as realizações e recuperações na vida são um processo.

Não existe almoço grátis e nem transformação imediata.

A maior mudança que brasileiros precisam fazer é transformar o conhecimento aplicado em resultados concretos.

Adiante vamos ao que interessa.

Siga cada etapa para colocar em prática:

Etapa 1 – Enxergue sua vida “de longe” 

Ver a si mesmo e sua própria vida com um ponto de vista externo não é fácil.

Pouquíssimas pessoas têm essa habilidade e por isso é tão difícil para a maioria entender a si mesmo e o que está acontecendo internamente e externamente.

Tome consciência, de que há duas premissas que fazem parte da vida de qualquer ser humano;

São eles: os ciclos e a impermanência.

Explico melhor cada um a seguir:

Os ciclos 

A vida é feita de ciclos.

Tudo está em constante transição e este movimento se repete a cada período temporal.

Em ampla perspectiva, a“vida” ora sobe, ora desce.

Ora cresce, ora decresce.

E assim é tudo; os animais, as plantas, os insetos, a economia, a força física de uma pessoa, a memória, o favoritismo de um time de futebol, a soberania de um país e por aí vai.

A verdade é que a mudança é uma constante; nós é que não a percebemos enquanto acontece.

As transformações, por mais serenas e de longo prazo que sejam, uma hora acontecem.

Desafios da vida são como uma montanha-russa

Por isso é muito importante você compreender que em qualquer momento da sua vida, a fase em que você está é como o próprio nome diz, uma fase.

Também é importante fazer uma retrospectiva da sua vida, como se estivesse assistindo a um filme e perceber o momento atual como parte do ciclo da vida.

Se estiver tudo bem, é importante gerenciar para que essa boa fase se alongue ao máximo.

Se estiver ruim, é importante gerenciar para que essa fase ruim termine o mais rápido possível, pois você não merece e nem quer ficar se sentindo mal, não é verdade?

Agora vou falar da segunda premissa.

 A impermanência 

“Tudo passa, tudo passará”.

Já dizia o ditado popular.

Tão óbvia quanto esquecida, essa é a premissa mais básica de nossa existência.

Nada é eterno. Tudo é impermanente.

Você precisa se lembrar disso todos os dias, porque é uma lei da natureza, que querendo ou não, está aí com você o tempo todo.

Tudo o que você tem (o que é material e o que imaterial) pode demorar a acabar, mas um dia acaba.

Pessoas queridas também não são eternas (infelizmente), bens são passageiros e os problemas (felizmente) também são.

Quem insere esta premissa em suas crenças mais profundas, vive com mais intensidade e tende a ver os desafios da vida de forma diferente, com mais sabedoria e inteligência.

Além disso passamos a investir mais no que realmente vale a pena e a concentrar nossa energia para edificar e manter o que nos faz bem, o que é realmente bom.

Desta forma, você pode ser sábio (a) e usar a impermanência ao seu favor, agindo para que os momentos difíceis sejam logo substituídos pelo bem-estar.

Etapa 2 – Liste todos os fatos (problemas críticos) 

Sejamos realistas.

Ninguém vive só de esperança.

Para esfriar a cabeça e se orientar, você primeiro tem que ter clareza do que está acontecendo.

Então eu recomendo que você pegue papel e caneta ou algum arquivo digital e escreva por tópicos a resposta das seguintes perguntas:

2 PERGUNTAS

Quais são os problemas críticos que estão lhe incomodando?

O que aconteceu/está acontecendo de ruim na sua vida?

Veja o exemplo:

FATOS/PROBLEMAS CRÍTICOS

– Demissão

– Filho com dificuldade na escola

– Assédio moral no trabalho

– Faturamento em queda

– Fato 5…

– Fato 6…

– Fato 7…

Com a máxima tranquilidade possível repasse a lista, pense com calma e escreva tudo com muita clareza, mas de forma resumida, como no exemplo acima.

Etapa 3 – Liste tudo o que precisa ser feito para solucionar os problemas críticos 

Pegue cada um dos fatos/problemas críticos que você listou e pense o que você precisa e pode fazer para solucioná-los, mesmo que seja a longo prazo.

AÇÕES

– Cadastrar currículo em portais

– Acompanhar estudos do filho

– Denúncia no RH

– Explorar novos nichos de mercado

– Outra ação…

– Outra ação…

Se você sente que precisa da ajuda de alguém, não hesite em solicitar.

Todo mundo precisa de ajuda em algum momento da vida

Etapa 4 – Defina as prioridades e concentre-se primeiro nelas 

Das ações que você definiu, algumas são prioridade.

É nelas que você precisa concentrar o seu esforço primeiro.

São aqueles fatores que farão a diferença se forem resolvidos mais rapidamente e por isso serão seu primeiro foco de ação.

Veja a seguir:

PRIORIDADES

– Faturamento em queda

– Filho com dificuldade na escola

Etapa 5 – Busque soluções alternativas mais baratas

Principalmente para quem está com dificuldades financeiras juntamente com os desafios da vida é necessário evitar ao máximo gastos e supérfluos.

Neste caso, buscar alternativas mais baratas ou até mesmo gratuitas para resolver os problemas prioritários é uma jogada muito acertada.

No caso em questão, veja abaixo exemplos de alternativas para resolver os problemas prioritários, sem gastar muito ou gastando quase nada:

– Faturamento em queda: canal no youtube com vídeos educativos dos produtos, mostrar os produtos no Instagram, fazer promoções interessantes e diversas, pedir indicações para clientes efetivos, pedir indicações de amigos, fazer parcerias.

– Filho com dificuldade na escola: participar dos estudos do filho, se envolver nas tarefas de casa, estudar a matéria com ele, contratar um professor particular de baixo custo (estudantes)

Etapa 6 – Peça ajuda 

Ao longo da minha vida e do meu trabalho orientando pessoas e empresas desde 2006, aprendi que todo mundo em algum momento da vida pode precisar de ajuda.

Tem gente que evita pedir ajuda.

Isso é bobagem.

Se você sente que precisa da ajuda de alguém, não hesite em solicitar.

Todo mundo precisa de ajuda em algum momento da vida.

Até mesmo os gurus têm seus gurus que os orientam e lhes servem de referência.

Você pode começar pedindo a ajuda de amigos que sabem o que você não sabe.

Você também pode recorrer a livros, canais do Youtube (Acesse o Youtube do Método Minha Vez de Vencer), blogs e sites de conteúdo.

Lance mão dos parceiros de vida ou profissionais que podem lhe dar uma força na hora que for preciso.

Eu sempre fiz isso e sempre fui muito grato aos amigos, aos livros e aos especialistas que contratei para me ajudar a criar e recriar minha história e manejar os ciclos da vida ao meu favor.

CONCLUSÃO

Agora é com você.

Você está no blog Minha Vez de Vencer, o método das 5 chaves para se livrar da escravidão moderna.

Eu desejo que você tenha muito sucesso para lidar com os desafios da vida.

Aproveite todo o conteúdo criado especialmente para você.

Se está descobrindo esse site agora conheça o método aqui.

Coloque em prática as etapas desse artigo e siga adiante.

Faça dos ciclos da vida uma oportunidade de pensar e da impermanência uma oportunidade de agir, agora, começando já.

Fique ligado nas novidades e até breve!

3 Comentários

  1. Avatar

    Maravilhoso seu artigo e suas dicas simples e aplicáveis a qualquer situação que estejamos vivendo.
    Parabéns!

    Responder
  2. Avatar

    Maravilhoso o artigo. Necessário ler com atenção, absorver e colocar em prática. Pedir ajuda, se necessário, é fundamental. Às vezes quem olha o problema com outro olhar, enxerga uma solução que até então não era reconhecida. Parabéns Daniel pela nobreza, seriedade e clareza do artigo.

    Responder

Dúvidas? Pergunte! Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *